entrevista

Teresa Coutinho

Que imagem de feminino incute o cinema e o teatro numa jovem mulher? E numa mulher que se tornou atriz? Teresa Coutinho mergulhou no mais íntimo e pessoal desta interrogação e criou Solo, o espetáculo que estreia no final de julho*, no Teatro do Bairro Alto. A propósito desta criação, a atriz e dramaturga partilhou a experiência de construir um corajoso e urgente objeto de teatro autobiográfico onde, através da utilização dos recursos performativos e do vídeo em tempo real, se enfrentam, na primeira pessoa, estereótipos e preconceitos relacionados com a beleza, a sexualidade ou a linguagem.

[espetáculo reagendado para 27, 28 e 29 de janeiro de 2022]

Teresa Coutinho

Conheça os Itinerários de Lisboa

Lisboa Escandalosa
Youtube video frame
Os Mitos de Lisboa
Youtube video frame
O Bairro dos Jornais
Youtube video frame
As Quintas de São Domingos de Benfica
Youtube video frame
Alcântara entre o rio e a ribeira
Youtube video frame

Estreias da Semana

28 1/2, de Adriano Mendes
Youtube video frame
GAGARINE, de Fanny Liatard e Jérémy Trouilh
Youtube video frame
MEMORIA, de Apichatpong Weerasethakul
Youtube video frame
ALBATROS, de Xavier Beauvois
Youtube video frame
NIGHTMARE ALLEY -BECO DAS ALMAS PERDIDAS, DE , de Guillermo del Toro
Youtube video frame
355, de Simon Kinberg
Youtube video frame
SWALLOW -DISTÚRBIO, de Carlo Mirabella-Davis
Youtube video frame
PICA E O CRISTAL MÁGICO, de Regina Welker, Mimi Maynard, Paulette Victor-Lifton , Nina Wels
Youtube video frame