Cruzeiro Seixas

Velocidade de Cruzeiro

artes
26 maio a 27 agosto 2021
Biblioteca Nacional de Portugal
Cruzeiro Seixas

Artur Manuel Rodrigues do Cruzeiro Seixas nasceu em 1920 e deixou-nos a menos de um mês de completar 100 anos de vida. Celebrando o centenário do seu nascimento, a BNP apresenta Velocidade de Cruzeiro, uma exposição que reúne perto de centena e meia de obras inéditas, a maioria delas produzidas entre os anos 40 e 70, e que fazem parte do espólio que o artista doou à Biblioteca Nacional.

Considerado o último dos surrealistas portugueses, os seus desenhos de traço fino sempre foram fiéis a essa linguagem estética, que surgiu no início dos anos 20 com o intuito de transformar a sociedade e libertar o espírito. O homem que pintava, e a quem aborrecia a designação de “pintor”, foi ainda ilustrador e poeta, com uma obra vasta e variada, mas sempre inconfundível, e deixou uma marca indelével no panorama cultural da sua geração.

Em 1993, Cruzeiro Seixas doou parte do seu espólio à BNP, onde se podem encontrar cartas recebidas, arquivo de imprensa, catálogos e folhetos publicados pelo Grupo Surrealista e mais de 400 desenhos e colagens representativos das várias expressões plásticas da sua obra. Velocidade de Cruzeiro, exposição comissariada por Bernardo Pinto de Almeida, baseia-se nesse espólio.

Segunda a sexta, das 9h30 às 19h30, sábado, das 9h30 às 17h30


Local: