Sopro

D. Maria II em Casa

teatro
26 fevereiro a 12 março 2021
Sopro

“Uma homenagem ao teatro e àqueles que o fazem”, leu-se no Le Figaro, aquando da estreia de Sopro no Festival d’ Avignon, em julho de 2017. A peça de Tiago Rodrigues passa-se num futuro mais ou menos próximo, num teatro em ruínas habitado por fantasmas que falam através do “sopro” de uma voz feminina.

Essa voz é a da Cristina Vidal, ponto no Teatro Nacional D. Maria II desde a década de 70 do século passado. Ao contrário da invisibilidade e do movimento na sombra a que compete o desempenho da função de ponto, aqui Cristina Vidal está à vista do olhar do espectador, tal como outro qualquer ator, para evocar memórias do teatro, as reais e as imaginárias. FB

 

Acesso aqui.

Espetáculo registado em alta resolução e em multicâmara.

Ao adquirir o seu bilhete, receberá por e-mail um link e respetivo bilhete eletrónico para acesso ao espetáculo, que estará disponível para visualização nas datas referidas.

Após inserir a password, dispõe de 6h para o visionamento do espetáculo, que deverá ser feito sempre a partir do mesmo dispositivo.



3 €