Mónica de Miranda

Mirages and deep time

artes
21 julho a 27 novembro 2022
Galeria Avenida da Índia
Mónica de Miranda

Mirages and Deep Time (Miragens e Tempo Profundo) é a mais recente exposição individual de Mónica de Miranda, artista visual de origem angolana, nascida no Porto. Com curadoria de Azu Nwagbogu, a mostra reúne trabalhos inéditos cuja prática informada pela pesquisa investiga as convergências entre política, identidade, género, memória e lugar através de geografias de afeto, arqueologias urbanas, narrativas pós-coloniais e estratégias artísticas de subversão.

A exposição estrutura-se em torno de A Ilha, uma obra de vídeo que apresenta a história de um lugar utópico, que reside no espaço entre a ficção e a realidade, onde as potencialidades para reescrever histórias e pensar o futuro são reunidas através das personagens e das suas viagens.

A mostra expõe ainda trabalhos fotográficos que, ao explorarem várias relações entre feminilidade, natureza e histórias esquecidas por um sistema hegemónico e ao abordarem importantes questões sobre pertença e sobre a construção da identidade na era contemporânea, criam um diálogo complexo com o filme. Também as esculturas apresentadas, cobertas por terra e plantas, exploram a metáfora da ilha.

Terça a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 18h


Ficha técnica:

Curadoria de Azu Nwagbogu

Local: