Mariana Ramos

Frágil solidez

artes
27 março a 25 maio 2024
vários horários
Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul
Mariana Ramos

Por meio de uma ação simples e implícita à ativação da sua obra, a artista convida-nos a observar algumas características essenciais da escultura, enquanto género e linguagem, bem como a sua estreita relação com a matéria.

A conformação da escultura faz-se repensada e reinventada pela exploração do gesso, esse material tão antigo e recorrente, cujas numerosas funcionalidades servem mais que o escultor.

Da agricultura, prestando o controlo da acidez dos solos, à medicina, utilizado para consolidação dos membros partidos, no gesso Mariana Ramos encontra o extenso território dos símbolos, das metáforas e da crítica.

Os vários momentos e elementos que daqui resultam, são trazidos à solidez, sem acabamento, mas sempre delicados; são acumulados, fazem-se empilhados e, em seguida, entregues às nossas mãos.

 

 

Terça a sábado, das 15h30 às 19h


Local: