Filmes para a União

Vimeo on Demand

cinema
15 fevereiro a 17 junho 2021
Filmes para a União

Filmes para a União é uma iniciativa de aluguer de longas e curtas-metragens no Vimeo on Demand cujas receitas revertem na íntegra para a União Audiovisual.

O catálogo de filmes e curtas-metragens centralizados na página Filmes para a União pertence a três produtoras portuguesas que se uniram para contribuir para a iniciativa. As produtoras são a O Som e a Fúria, a Terratreme e a Uma Pedra no Sapato. A cada semana são colocados online novos filmes que ficam disponíveis desse momento em diante. Os filmes da produtora Terratreme são disponibilizados às segundas-feiras, os da produtora Uma Pedra no Sapato às quartas e os da O Som e a Fúria às quintas-feiras. A partir de dia 2 de março, a distribuidora portuguesa Agência – PORTUGUESE SHORT FILM AGENCY e a Cooperativa de Produção Cultural Curtas Metragens CRL juntam-se à iniciativa passando a disponibilizar, às terças-feiras, as produções da Curtas Metragens CRL, agenciadas pela Agência. Os territórios de disponibilidade dos filmes são diversos, não estando sempre limitados em exclusivo a Portugal, e a maior parte é legendada em Português e Inglês.

A programação deste videoclube inclui títulos como:

Terratreme
Lisboa-Província (2010), de Susana Nobre; Incêndio (2011), de Miguel Seabra Lopes e Karen Akerman; Linha Vermelha (2011), de José Filipe Costa; A Cidade e o Sol (2012), de Leonor Noivo; As Cidades e as Trocas (2014), de Luísa Homem e Pedro Pinho; Revolução Industrial (2014), de Tiago Hespanha e Frederico Lobo; Ama-san (2016), de Cláudia Varejão; A Fábrica de Nada (2017), de Pedro Pinho.
Novas entradas: 31 maio, ALTAS CIDADES DE OSSADAS, de João Salaviza (2017) + TUDO O QUE IMAGINO, de Leonor Noivo (2017); 7 junho, DJON ÁFRICA, de Filipa Reis & João Miller Guerra (2018)

Uma Pedra no Sapato
Balada de Um Batráquio (2016), de Leonor Teles; Dia de Festa (2019), de Sofia Bost; Orquestra Geração (2011) de Filipa Reis e João Miller Guerra; Um Fim do Mundo (2013), de Pedro Pinho; Terra Franca (2018), de Leonor Teles.
Novas entradas: 2 junho, SER E AGIR (2014), de João Miller Guerra; 9 junho, SOPHIA, NA PRIMEIRA PESSOA (2019), de Manuel Mozos.

O Som e a Fúria
Tabu (2012), de Miguel Gomes; 9 Dedos (2017), de F. J. Ossang; Cartas da Guerra (2016), de Ivo M. Ferreira; Technoboss (2019), de João Nicolau; Ruínas (2009), de Manuel Mozos; Mariphasa (2018), de Sandro Aguilar; Zama (2017), de Lucrecia Martel; Eldorado XXI (2016), de Salomé Lamas.
Novas entradas: 3 junho, O FILME DO BRUNO ALEIXO (2019), de João Moreira e Pedro Santo; 10 junho, RAMIRO (2017), de Manuel Mozos; 17 junho, A CARA QUE MERECES (2004), de Miguel Gomes.

Curtas Metragens CRL
A Glória de Fazer Cinema Em Portugal (2015), de Manuel Mozos; Land of My Dreams (2012), de Yann Gonzalez; A Rua Da Estrada (2012), de Graça Castanheira; Vila do Conde Espraiada (2015), de Miguel Clara Vasconcelos; Rio Entre As Montanhas (2018), de José Magro; Noite Sem Distância (2015), de Lois Patiño; Exodus (2015), de Nicolas Provost; Undisclosed Recipients (2015), de Sandro Aguilar; Semente Exterminadora (2017), de Pedro Neves Marques; Fernando que Ganhou Um Pássaro do Mar (2013), de Helvécio Marins Jr. e Felipe Bragança.
Novas entradas: 1 junho, MAHJONG (2013), de João Pedro Rodrigues, João Rui Guerra da Mata; 8 junho, NÁUFRAGOS (2018), de Pedro Neves

Para alugar um filme ou uma curta basta seguir o link do filme no Vimeo on Demand disponibilizado no próprio dia no blogue “Filmes para a União”, nos canais de comunicação da respetiva produtora ou da União Audiovisual.