Concerto de Câmara da Orquestra Sinfónica Portuguesa

música
19 julho 2020
dom: 21h30
Palácio Nacional da Ajuda
Concerto de Câmara da Orquestra Sinfónica Portuguesa

Na primeira parte do concerto, o público poderá escutar a música de Mozart, por muitos considerada como uma das mais solares de todos os tempos. Depois da Sinfonia n.º 32 em Sol Maior, será altura de ingressar em universos mais sombrios com a música de bailado para a ópera Idomeneo. A noite é categoria que em ópera convém festejar, pois nela florescem paixões tremendas e amores funestos, essenciais à arte lírica. Assim, de Tristan und Isolde a Un ballo in maschera, ela tem sido terreno privilegiado. Novalis, com os seus Hinos à Noite publicados em 1800 (que, segundo Jorge de Sena, são um dos marcos da fundação do Romantismo) ajudou ao florescimento dessa paixão. Mas a noite extravasou a ópera e sempre foi acompanhante fiel de todos os sons e músicas. Ao longo dos séculos, floresceram títulos e géneros que diretamente se relacionam com o universo noturno.

Programa

Sinfonia n.º 32 em Sol Maior, Kv 318
Idomeneo: Ballet Music, Kv 367
Wolfgang Amadeus Mozart [1756-1791]
Nocturno em Si Maior para cordas
Antonín Dvořák [1841-1904]
Serenata em Dó Maior, Op. 48
Piotr Ilitch Tchaikovski [1840-1893]

Ficha técnica:

Direção musical - Joana Carneiro
Elementos da Orquestra Sinfónica Portuguesa

Local: