23 segundos

Miguel Falcão/ João Mota

teatro
16 maio a 16 junho 2024
qua: 19h; qui: 19h; sex: 21h; sáb: 21h; dom: 16h
Teatro da Comuna
23 segundos

Cinco homens, presos políticos, conhecem-se numa cela comum da cadeia onde cumprem pena por atividades consideradas subversivas contra o Estado. Juntos, mesmo correndo o risco de serem descobertos e torturados, engendram um plano de fuga, com a cumplicidade da companheira de um deles: escavar um túnel com cerca de doze metros, entre a cela e a muralha exterior da prisão.

Durante meses, com tarefas cumpridas de forma organizada, meticulosa e paciente, põem o plano em marcha, sempre atentos aos passos e às rotinas dos guardas. Sabem que, desde que ouvem a chave a entrar sonoramente na fechadura da porta do edifício até à ronda da sua cela, o guarda mais rápido demora 23 segundos. Apenas 23 segundos. É esse o tempo de que dispõem para disfarçarem o aparato da escavação e voltarem às camas, dando a ideia de total normalidade.

Ficha técnica:

Comuna Teatro de Pesquisa. Miguel Falcão, texto; João Mota, encenação; Hugo Franco, Gonçalo Botelho, Paulo Lages, Rogério Vale, Francisco Almeida, Miguel Sermão, Carlos Catalão e Maria Ana Filipe, interpretação.

Local: