Tesouros na Palma da Mão

O colecionismo de frascos de rapé

artes
29 setembro 2023 a 3 março 2024
vários horários
Museu do Oriente
Tesouros na Palma da Mão

O Museu do Oriente convida a descobrir Tesouros na Palma da Mão – O Colecionismo de Frascos de Rapé, numa exposição dedicada à história destes requintados objetos.

Para ver, 240 peças dos séculos XVIII e XIX revelam as curiosidades do uso e fabrico dos frascos de rapé, bem como as suas múltiplas formas, cores e decorações, fruto da mestria dos artesãos chineses da dinastia Qing. Fabricados na China a partir do final do século XVII, os frascos de rapé foram concebidos para conter tabaco moído ou para cheirar – o rapé – e facilitar o seu consumo.

Eram atribuídas ao rapé inúmeras propriedades medicinais, como alívio das mais variadas queixas, da dor de cabeça às cólicas ou dores de dentes. Em sociedade, era de boa educação oferecer-se a “pitada” (dose) de rapé.

Durante os séculos XVIII e XIX, estes recipientes eram omnipresentes na sociedade chinesa, não apenas como objetos utilitários, mas também como símbolos de requinte e estatuto.

Fabricados em diversos materiais, incluindo minerais esculpidos, cerâmica, vidro soprado (pintado ou não no interior), marfim trabalhado ou laca, os frascos de rapé eram verdadeiras obras de arte que refletiam os gostos, a iconografia, os mitos e as lendas chinesas.

Terça a quinta, sábado e domingo, das 10h às 18h, sexta, das 10h às 20h


Local:

Avenida Brasília, Doca de Alcântara 213 585 200 https://www.foriente.pt/