Terra Nullius

Paula Diogo

teatro
1 outubro a 11 outubro 2020
qua: 19h; qui: 19h; sex: 19h; sáb: 19h; dom: 19h
Teatro Nacional D. Maria II
Terra Nullius
Terra Nullius foi um termo criado pela lei internacional para definir territórios que não pertenciam a ninguém e por isso podiam ser ocupados. Ainda hoje existem territórios Terra Nullius como: Bir Tawill (uma faixa de terra entre o Egipto e o Sudão), a Antártida, o mar internacional e a Lua. Mas Terra Nullius encerra também um significado poético. Uma ideia de território inexplorado, uma espécie de oásis de liberdade onde seria possível recomeçar e repensar a nossa ideia de sociedade.
Durante um ano, Paula Diogo esteve em Reiquiavique, na Islândia, a desenvolver um projeto que tentava capturar uma ‘experiência do lugar’ cruzando-a com narrativas pessoais e coletivas – Como procedimento duas ações simples: caminhar e escrever. A criação de Terra Nullius prevê um espetáculo que transborda do espaço do teatro, ocupando a geografia urbana da cidade e o espaço virtual de discussão e pensamento. A versão final do projeto tem estreia prevista para o final de 2020 no D. Maria II. Esta versão, apresentada no Dia Mundial do Teatro, será o primeiro momento de partilha pública em Lisboa.

Aconselha-se o uso de roupa e calçado confortável e disponibilidade para caminhar.


Ficha técnica:

Paula Diogo, direção de projeto, criação e performance.

Local: