Os Livros de Júlio Pomar

Itinerância da leitura, escrita, pintura

artes
22 julho a 10 outubro 2021
Atelier-Museu Júlio Pomar
Os Livros de Júlio Pomar

Para Júlio Pomar a literatura e a arte são coisas perfeitamente indissociáveis. O artista, que desde cedo estabeleceu uma relação entre a sua pintura e a literatura – a que lia ou a que os seus amigos ou contemporâneos escreviam, traduziam ou editavam – não só fez várias capas de livros como também desenhou e pintou diversas obras literárias.

Os livros, desenhos e pinturas patentes nesta exposição mostram os itinerários de Júlio Pomar entre a leitura, a escrita e a pintura. A transcrição, nas paredes do Atelier, de excertos de algumas das obras literárias ou poéticas que os seus trabalhos evocam – intervenção visual do artista Horácio Frutuoso -, sublinha a relação entre o texto e a imagem.

Entre as obras de Pomar apresentadas nesta mostra, que conta com a curadoria de Mariana Pinto dos Santos, podem ver-se exemplos daquelas que abordam os temas de D. Quixote e Ulisses, e as que derivam de obras de Cardoso Pires, Tolstoi, Eça de Queiroz, entre muitos outros. No percurso proposto desenha-se também uma trama, na qual se vislumbra, por via da relação entre o literário e o pictórico, uma história cultural e política, pessoal e coletiva.

Num complemento a esta exposição, a Casa Fernando Pessoa recebe a mostra de longa duração No Velho Mar Sempre o Homérico, ó Ulisses!, verso do poema de Álvaro de Campos, que reúne 12 dos desenhos que Júlio Pomar fez para a edição bilingue do livro Ode Marítima e que integram o acervo da Casa Fernando Pessoa desde 1998.

Terça a sexta, das 11h-13h/14h-17h, sábado e domingo, das 10h às 13h


Ficha técnica:

Curadoria de Mariana Pinto dos Santos

Local: