FUSO 2018

Anual de Videoarte Internacional de Lisboa

artes, cinema
28 agosto a 2 setembro 2018
vários horários
vários locais
FUSO 2018

A 10.ª edição do Fuso acontece, este ano, sob o tema (r)evolução e (r)esistência na videoarte. Um um olhar crítico sobre o mundo contemporâneo, em torno da resistência, existência, revolução e evolução.  O festival pretende confrontar linguagens canónicas com as mais atuais, cruzando artes plásticas, performance, cinema, literatura e meios digitais, propondo uma nova interpretação da imagem em movimento no século XXI.

O festival abre com o filme Mein Kampf, de Daniel Blaufuks, uma obra que reflete sobre alguns dos grandes tabus da nossa sociedade, nomeadamente a proibição de obras literárias de cariz “perigoso”.

A sessão competitiva, que tem lugar no jardim do MAAT, dá a conhecer os artistas que podem concorrer ao Prémio Aquisição Fundação EDP/MAAT e ao Prémio Incentivo FUSO/RESTART. O  programa Reload, com curadoria de Marta Mestre, pretende celebrar os artistas premiados no Open Call do FUSO ao longo destes 10 anos, exibindo os seus novos trabalhos na área da videoarte e da curta-metragem, no Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado.

No Museu Nacional de Arte Antiga a resistência é celebrada através do programa Os Cinétracts de Maio de 68: A Revolução no Cinema, de Bernardette Caille. Realizados de forma coletiva e sem assinatura, por vezes por autores conhecidos como Godard ou Chris Marker, durante as manifestações de maio de 1968 em Paris, os cinétracts foram feitos sem qualquer edição, sem som e são agora exibidos pela primeira vez fora do território francês. Ainda neste espaço a diretora da Electronic Arts Intermix (EAI), Lori Zippay, apresenta o programa Sensação de Poder: Corpos de Resistência. Concebido a partir do arquivo da instituição nova-iorquina, os trabalhos usam diversas tecnologias de imagem em movimento e estratégias conceptuais, para dar voz às noções de resistência cultural e ação política, em obras que datam dos anos 60 até à atualidade.

O Fuso encerra nos Claustro do Museu da Marioneta com obras selecionadas pela curadora palestiniana Reem Fadda. Nesta noita é feito o anúncio dos vencedores do Open Call 2018.

 

Programação completa aqui


Local:

Rua da Esperança, nº. 146, 1200-660 Lisboa 213 942 810 http://www.museudamarioneta.pt