Diários da Peste

Gonçalo M. Tavares/ Isabel Abreu

literatura, teatro
23 outubro a 31 dezembro 2021
Diários da Peste

Em 2020, o Mundo foi obrigado a parar. Num momento em que a incerteza sobre o futuro tomava conta dos dias, Gonçalo M. Tavares escrevia uma crónica-diário que falava desse mundo tomado pela pandemia. Durante dez semanas, a atriz Isabel Abreu fazia eco destas palavras, a partir de sua casa, onde lia os textos e filmava o seu dia a dia em isolamento. Diário da Peste recupera, agora, estes vídeos.

Ver aqui.

Um projeto online do Teatro Nacional D. Maria II


Ficha técnica:

TNDM II. Isabel Abreu, autoria; Gonçalo M. Tavares, textos.