Cisnografia

A reescrita do cisne

artes
7 dezembro 2021 a 27 fevereiro 2022
vários horários
Museu Nacional de Arte Antiga
Cisnografia
Cisnografia é um projeto de cruzamento disciplinar que repensa e trabalha sobre suportes de criação e apresentação das artes performativas, recorrendo a objetos da história da dança, composição coreográfica, composição musical e cinema.
Enquanto elemento coreográfico e musical, consiste no desafio à composição e reescrita do 13.º movimento Le Cygne da Suite Le Carnaval des Animaux de Camille Saint-Säens. Esta obra resulta do desafio feito a treze coreógrafos/intérpretes/performers e um compositor, para, individualmente reescreverem a sua morte do cisne, de acordo com as linguagens pessoais e códigos de trabalho. Cada solo foi filmado nas diversas salas no Museu Nacional de Arte Antiga, permitindo composições que se relacionam intimamente com as obras e espaços.
Estabelece-se, desta forma, um pilar de inovação deste projeto, na exploração das identidades já consolidadas de cada criador agora desafiadas à interpretação de um dos solos e símbolo maior da dança – o cisne – associado à representação de morte e renascimento, final de ciclo, individualidade de movimento e intimamente ligado à questão de género, aos seus contextos e ideologias, e à sua relação com música, procurando rever e operar sobre a forma como a coreografia e a dança estabelecem padrões ideológicos que fixam ou colocam em questão os regimes éticos e estéticos dominantes.
O resultado é uma instalação para tela e ecrã com acesso aos 13 solos e um filme que é o cruzamento de todas as reescritas.

Terça a domingo, das 10h às 18h


Ficha técnica:

Luiz Antunes, conceção e realização. Ana Moreno, Allan Falieri, David Marques, Guilherme Leal, Joana Castro, Luiz Antunes, Marco da Silva Ferreira, Maurícia Neves, São Castro, Nina Botkay, Tânia Carvalho, Thamiris Carvalho, Vasco Araújo, artistas convidados.

Local: