As Coisas Fundadas no Silêncio

Ciclo de Cinema

cinema
29 maio a 31 maio 2020
vários horários
As Coisas Fundadas no Silêncio

O ciclo de cinema As coisas fundadas no silêncio é organizado no âmbito do programa com o mesmo nome, que está a decorrer desde o dia 3 de março. Ao longo de três dias, são exibidos online quatro filmes que evocam perspetivas diversas sobre o silêncio: reflexões políticas, poéticas, experimentais ou documentais.  Mais informação aqui. Acesso, entre as 16h00 e as 23h30 de cada dia do ciclo, através da página http://efabula.pt/

Programa:

29 maio

TERRA
De Hiroatsu Suzuki e Rossana Torres

Filmado no Alentejo, tem como protagonista Nuno Alves, um homem que faz carvão em dois grandes fornos cobertos de terra, e é uma pesquisa cinematográfica da imagem, do som e da maneira de transmitir uma emoção ou de sentir, sentir os elementos naturais..

30 maio

LAND OF SILENCE AND DARKNESS
De Werner Herzog

Documentário sobre a vida de pessoas surdas-mudas que acompanha Fini Straubinger, surda-cega desde os 15 anos que, depois de passar 30 anos solitários imobilizada numa cama, aprende a comunicar usando o alfabeto das mãos. No filme, Fini ajuda outras pessoas surdas-cegas, faz uma visita ao Jardim Zoológico, viaja de avião pela primeira vez e, sobretudo, fala sobre a sua condição e do silêncio, que diz ser um “barulho constante”.

31 maio

BERLIN 10/90 de Robert Kramer + TWO CABINS de James Benning

Berlin 10/90 é um longo take sobre a vida, a morte, a história, a ideologia, filmado das 3:15 às 4:15 da tarde, do dia 25 de outubro de 1990. Ao visitar Berlim logo após a unificação da Alemanha, Kramer vê-se confrontado com várias coisas: o passado, pois o seu pai esteve lá em 1933, a história, o genocídio nazi, o colapso, um país perdido chamado Alemanha Oriental.
Para filmar TWO CABINS, o cineasta independente James Benning construiu réplicas das cabanas de Thoreau e Kaczynski (o Unabomber). Através da relação com a natureza, o filme evoca questões de liberdade individual, desobediência civil, democracia e solidão.