Arte Portuguesa. Razões e Emoções

artes
20 abril 2018 a 31 março 2019
vários horários
Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado
Arte Portuguesa. Razões e Emoções

A presente exposição da coleção abrange grande parte do seu arco temporal, desde meados do século XIX até à década de 80 do século XX ocupando a totalidade das galerias do Museu, da Ala da Rua Serpa Pinto. Inicia com o retrato, uma temática oitocentista, raramente abordada, em diálogos geracionais de coletivos de artistas e com obras desconhecidas de Miguel Lupi, Luciano Freire, Veloso Salgado, Duarte Faria e Maia e Constantino Fernandes.

 

 

Esta viagem por cento e cinquenta anos de arte portuguesa permite abordagens a autores e obras raramente mostradas, contextualizando razões, entre emoções e sensibilidades artísticas. A proposta curatorial aponta para uma reflexão sobre os envolvimentos sociais e políticos, e as noções do modo de ser moderno, desde o século XIX, ao distinguir no percurso cronológico, as continuidades e mudanças, os gostos e conceitos, na mais completa coleção de arte contemporânea, a próxima e a original, justificando assim a denominação deste Museu, fundado em 1911.

 

Visita guiada

11 out: 18h30

Por Maria de Aires Silveira

Maria de Aires Silveira apresenta as novidades agora introduzidas na exposição Arte Portuguesa. Razões e Emoções, designadamente dois retratos inéditos de Veloso Salgado, que reforçam o núcleo dedicado a este pintor, e um outro núcleo dedicado a Virgínia Lopes de Mendonça, sobrinha dileta de Columbano que se destacou na escrita de livros infantis.

Terça a domingo, das 10h às 18h


Ficha técnica:

Curadoria de Maria de Aires Silveira, Emília Tavares e Emília Ferreira

Local: