António Bolota

Mão-de-obra

artes
9 abril a 19 setembro 2021
Culturgest
António Bolota

Mão-de-obra é a primeira exposição antológica de António Bolota, que reúne uma seleção de obras do artista desde 2006 até à atualidade. Algumas das peças apresentadas na mostra, que conta com curadoria de Bruno Marchand, foram criadas especificamente para os espaços da Culturgest e encontram-se expostas a par de outras obras fundamentais do percurso do artista.

O léxico escultórico de António Bolota é composto por muros, vigas, paredes, portas, pilares e todo o tipo de elementos que associamos ao universo da construção civil e que, de tão familiares, se tornam frequentemente invisíveis. Para as seis peças de grande escala – todas sem título – que compõem Mão-de-obra, o artista usou cimento, aço, tijolo, ferro, pedra, madeira e areia de pinhal. A dimensão das peças não procura chocar, mas sim desafiar quem as olha, evidenciando que existe sempre uma tensão entre o corpo e a escultura e que há sempre dois lados nas peças, a sombra em contraposição da luz, o peso em oposição à leveza.

Terça a sexta, das 11h às 18h, sábado, das 11h às 13h, domingo, das 10h às 13h

Visitas guiadas: 8, 29 maio, 19 junho, 18 setembro: 10h | 12 maio, 9 junho: 19h | 7 julho, 1 setembro: 18h


Ficha técnica:

Curadoria de Bruno Marchand


5 € - Preço normal (gratuito ao domingo)

Local:

Culturgest

auditório, museu