Queer Lisboa’22

Festival Internacional de Cinema Queer 2018

cinema
14 setembro a 22 setembro 2018
vários horários
vários locais
Queer Lisboa’22

O Festival Internacional de Cinema Queer apresenta um programa multidisciplinar à volta da temática do VIH/sida, intitulado O vírus-cinema: cinema queer e VIH/sida. Este é um dos grandes destaques da programação que reúne um ciclo de cinema, uma exposição coletiva de jovens artistas, na Galeria FOCO e o lançamento de um livro de ensaios. Muitas das obras que se debruçaram sobre a epidemia abriram caminho a novas estéticas e narrativas no cinema. O ciclo que acontece na Cinemateca e no Cinema S. Jorge, procura dar a conhecer os realizadores do vídeo-ativismo do VIH/sida, colocando estas obras emergentes em diálogo com longas-metragens mais emblemáticas. De salientar Buddies, de Arthur J. Bressan Jr., primeira ficção sobre o tema, exibida em versão restaurada; Kids, de Larry Clark e Bright Eyes, de Stuart Marshall, um dos primeiros documentários sobre a sida.

O filme de abertura do festival é a obra portuguesa Diamantino, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt, vencedor do Grande Prémio da Semana da Crítica, em Cannes. A história centra-se numa estrela mundial de futebol que vive uma crise existencial. No encerramento é exibido o documentário Bixa Travesty, dos realizadores brasileiros Claudia Priscilla e Kiko Goifman, sobre a autodenominada “bixa travesty” e artista multimédia da periferia de São Paulo.

Destaque ainda para a estreia do documentário George Michael: Freedom – Director’s Cut, de George Michael e David Austin e para a exibição de três documentários, numa parceria com a ModaLisboa, que revelam a importância da cultura queer no mundo da moda.

 

Programação integral aqui

Local:

Cinema São Jorge

cinema, equipamento municipal
Avenida da Liberdade, 175 213 103 400 http://cinemasaojorge.pt

Bilheteira: todos os dias das 13h às 20h. Em dias de eventos até 15 min. após o início da última sessão.