O Belo, a Sedução e a Partilha

Obras da coleção Maria e João Cortez de Lobão

artes
21 outubro 2021 a 2 janeiro 2022
vários horários
Museu Nacional de Arte Antiga
O Belo, a Sedução e a Partilha

O Belo, a Sedução e a Partilha é um projeto museográfico resultante de um protocolo assinado entre o Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA) e a Fundação Gaudium Magnum – Maria e João Cortez de Lobão. Assim, nos próximos meses, o MNAA acolhe, na ala de pintores estrangeiros, uma série de exposições que exibem um conjunto de cinco pinturas de antigos mestres de pintura, pertencentes à coleção de Maria e João Cortez de Lobão.

A primeira obra a ser apresentada ao abrigo deste programa é Mulher numa Despensa, uma pintura do século XVII feita em parceria entre Giacomo Legi e Antiveduto Gramatica, mestres profundamente influenciados pelo conceituado pintor italiano Caravaggio (1571-1610). Esta peça incorpora duas das principais características do barroco de inícios do século XVI: o naturalismo da representação e o uso expressivo do claro-escuro.

A Fundação Gaudium Magnum – Maria e João Cortez de Lobão, que existe desde 2018 ,tem como missão enaltecer Portugal, a língua portuguesa, a sua cultura e as suas gentes e pretende ser uma instituição aberta ao mundo. Para isso, aposta em quatro eixos estratégicos: Cultura, Educação, Beneficência e Investigação. No campo cultural, e em particular a coleção de arte, reúne um valioso espólio de peças centrado nos mestres antigos de pintura, com uma forte componente de autores portugueses.

Terça a domingo, das 10h às 18h


Local: