MOM (Mafalda d’Oliveira Martins)

Oblívio

artes
31 janeiro a 16 março 2024
vários horários
Galeria Belard
MOM (Mafalda d’Oliveira Martins)

Esta exposição explora o profundo impacto da solidão na nossa consciência coletiva, lembrando as pessoas que morrem sós na cidade de Lisboa. Numa comovente missa na Igreja de São Roque em Lisboa, em outubro de 2021, foram lidos 233 nomes – um réquiem por aqueles que partiram sozinhos em Lisboa nesse ano.

Apesar de já não ser a primeira vez que MOM testemunhava este ritual anual, desta vez, talvez intensificado por um mundo a debater-se com uma crise global, desencadeou uma profunda introspeção na artista, exigindo reflexão na sua expressão artística.

Partindo da vontade em homenagear aqueles que aparentemente não deixaram rasto, MOM sonda o ténue equilíbrio que paira entre a imaginação e a realidade. Oblívio, é assim um tributo visual e auditivo a estas vidas perdidas, não reclamadas por família ou amigos.

Delicadamente trabalhados sobre papel, MOM cria uma série de 233 retratos de rostos que nunca cruzaram o seu caminho.

Os retratos que cobrem as paredes da galeria, do chão ao teto, suspensos por alfinetes, evocam uma sensação avassaladora, confrontando-nos com o peso destas 233 vidas perdidas no éter. A sala principal torna-se então um frágil santuário, convidando os espetadores a entrar num espaço de contemplação, reflexão e silêncio, sugerindo uma ligação etérea com as vidas esquecidas por trás dos nomes.

Terça a sábado, das 10h às 19h


Local:

Rua Rodrigo da Fonseca, 103 B www.galeriabelard.com

contact@galeriabelard.com