Este evento já ocorreu.

Mês da História

Cursos online gratuitos

ciência
2 julho a 30 julho 2020
Mês da História

O Âmbito Cultural do El Corte Inglés dedica o mês de julho inteiramente à história, concretamente à História da Arte, de Portugal Contemporâneo, da União Europeia, do Egipto faraónico e da poesia. Os cursos ou palestras são totalmente gratuitos e acessíveis online. O professor José Carlos Pereira será responsável por um minicurso de História da Arte, enquadrando obras de relevo no tempo e no espírito que lhe pertencem. A primeira de três sessões está marcada para dia 06 de Julho.

Luís Manuel de Araújo, um dos maiores egiptólogos em Portugal, é o autor de três sessões de um curso que evoca os aspectos essenciais da civilização do antigo Egipto, enfatizando a importância da sua geografia e sublinhando as características da religião. As sessões arrancam no dia 07 de Julho.

O historiador Lourenço Pereira Coutinho assina o curso sobre Portugal Contemporâneo destinado a todos os interessados em descobrir ou aprofundar conhecimentos sobre a história política contemporânea de Portugal. Ao longo de três sessões, pretende traçar-se uma visão panorâmica e crítica sobre os seus momentos políticos determinantes, desde o fim do antigo regime à adesão à CEE. O minicurso arranca na sexta-feira dia 03 de Julho.

A programação do mês arranca com a história da União Europeia. Numa altura em que a União enfrenta um dos maiores desafios da sua história, olhamos para as suas Origens Histórico-Políticas dos anos 1920 às Comunidades Europeias com a ajuda de José Pedro Teixeira Fernandes. O especialista em política internacional percorre os últimos 100 anos da história da Europa para percebermos como as guerras do passado influenciaram a paz que vivemos até aos dias de hoje.

Recentemente classificado Património Mundial da Humanidade pela Unesco, o complexo do Bom Jesus do Monte é o maior santuário de Portugal e um dos maiores da Europa. O professor Rogério Sousa desvenda as origens remotas no passado medieval e explica como a dimensão monumental do Bom Jesus do Monte se deve ao Arcebispo D. Rodrigo de Moura Teles que, no início do século XVIII, arquitectou um plano notável dotado de um simbolismo complexo e invulgar.

O mês termina com uma viagem pelas heranças culturais das últimas três décadas das artes à poesia. O minicurso de Luís Carmelo fala das heranças múltiplas: o regresso ao presente e o microrrealismo, sobre os regressos: vitalismo e revivalismo poéticos e sobre as tendências contemporâneas na arte e na poesia, enquanto revisitações paródicas.

Pode consultar toda a programação e os conteúdos disponibilizados pelo Âmbito Cultural aqui.