Golpada

Dea Loher/ João Lourenço

teatro
5 setembro a 1 novembro 2020
qua: 21h30; qui: 21h30; sex: 21h30; sáb: 21h30; dom: 16h
Teatro Aberto
Golpada

Pouco mais de uma década depois do sucesso de Imaculados, João Lourenço e a dramaturgista e tradutora Vera San Payo de Lemos retornam ao teatro da premiada autora bávara Dea Loher (n. 1964). Golpada, o seu trabalho mais recente, estreado no Deutsches Theater em 2015, é “um olhar sobre a juventude”, irreverente e musical, a partir das “aventuras” de dois irmãos gémeos que ambicionam “”ter um futuro inesquecível. E já!”, como ressoa, alto e em bom som, nos vários momentos da peça.

Frutos de uma infância difícil, de um mundo de oportunidades que lhe passa ao lado, Maria e Jesus Maria (interpretados por Ana Guiomar e Carlos Malvarez) reclamam, sem pruridos nem dilemas morais, o seu quinhão de sucesso. E, assim, são tentados a entrar no plano obscuro de um sinistro joalheiro com o nome de Milagre.

Com humor e um notável lirismo, este espetáculo de João Lourenço, que agora regressa a cena, enaltece a capacidade exemplar de Loher em lidar com a intertextualidade, permitindo ao espetador definir os caminhos que pode percorrer a partir da sua própria interpretação. FB

Reservas: T. 213 880 089 ou [email protected]

Abertura de portas 30 minutos antes da sessão.


Ficha técnica:

Dea Loher, texto; João Lourenço, encenação; Ana Guiomar, Carlos Malvarez, Cristóvão Campos, Rui Melo e Tomás Alves, interpretação.


17 € - bilhete normal (ver descontos aplicáveis)

Local:

Teatro Aberto

equipamento municipal, teatro