Festa. Fúria. Femina.

Obras da Coleção FLAD

artes
22 setembro 2020 a 25 janeiro 2021
vários horários
MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia
Festa. Fúria. Femina.

A coleção de arte contemporânea da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento é constituída, na sua maioria, por obras de artistas portugueses e reúne, desde 1986, um conjunto de trabalhos representativos da produção portuguesa dos anos 80, 90 e início do século XXI.

O acervo, que permite conhecer as obras de 61 artistas lusos de várias gerações, conta já com mais de três décadas. Assim, e em jeito de celebração, o MAAT apresenta agora a exposição Festa. Fúria. Femina – Obras da Coleção FLAD, a maior alguma vez realizada a partir da coleção da Fundação, com curadoria de António Pinto Ribeiro e Sandra Vieira Jürgens. Partindo de um  conjunto de trabalhos de cerca de mil peças de desenho, pintura, fotografia e escultura, foram selecionados  pelos curadores para integrarem esta mostra 228 obras representativas da cena artística portuguesa e de uma geração de artistas que preza a interdisciplinaridade.

Os três eixos que emergem da coleção – Festa. Fúria. Femina – dialogam e geram ora parcerias semânticas, ora tensões que produzem sentidos, numa exposição que evoca a dimensão de performatividade inerente às práticas artísticas contemporâneas e destaca a dimensão feminina.

A exposição exibe mais de 25 obras adquiridas recentemente, entre o final de 2019 e o ano de 2020, e que se enquadram no conceito de transversalidade que a mostra pretende abordar.

Quarta a segunda, das 11h às 19h


Ficha técnica:

Curadoria de António Pinto Ribeiro e Sandra Vieira Jürgens

Local: