Ernesto de Sousa

Exercícios de comunicação poética...

artes
27 novembro 2021 a 27 fevereiro 2022
vários horários
Galeria Avenida da Índia
Ernesto de Sousa

Exposição dedicada à obra proteiforme de Ernesto de Sousa (1921-1988), organizada por ocasião do centenário do nascimento do artista, poeta, crítico, curador e cineasta da vanguarda portuguesa, pretende prestar homenagem à sua abordagem caleidoscópica da arte através de uma perspetiva dialógica intergeracional e trans-histórica da sua obra e dos seus arquivos.

Esta exposição dupla convoca noções-chave do pensamento simpoético, não linear e assimétrico de Ernesto de Sousa, relacionando-as com numerosas preocupações atuais associadas com a descentralização dos imaginários. O passado como experiência do futuro (A Tradição como Aventura), a questão do género e dos binarismos (Changement de genre), a relação com a imagem e com o texto (numa polifonia de linguagens), ideias de erotismo e revolução como forças dissidentes e transgressivas (Revolution My Body), bem como a apetência pela periferia, oralidade, e uma estética do fragmento, são elementos que revelam o espírito aberto, crítico e inovador de Ernesto de Sousa no acesso a uma conceção do mundo.

Num exercício transformador e anacrónico, obras de arte, documentos, peças sonoras, textos, leituras, performances e filmes são apresentados em analogia com a produção labiríntica de Ernesto de Sousa, oferecendo uma experiência convivial, liminar e inclusiva.

Terça a domingo, das 10h às 13h/14h às 18h


Ficha técnica:

Curadoria de Lilou Vidal

Local: