Elisa Pône

Falso sol falsos olhos

artes
21 novembro 2020 a 31 janeiro 2021
vários horários
Galeria Quadrum
Elisa Pône

Para a sua primeira exposição individual em Portugal, a artista Elisa Pône concebeu um projeto original para a Galeria Quadrum que se centra na história e nas qualidades físicas da galeria.

Elisa Pône revive a dimensão experimental da Galeria Quadrum, aplicando a história em vários níveis paradigmáticos através do cruzamento da linguagem arquitetónica com os sinais da memória. Falso Sol Falsos Olhos constitui-se como uma oportunidade para os visitantes embarcarem numa viagem que não se limita aos objetos em exposição, sendo antes guiada por uma experiência interativa multidimensional com a sensibilidade de cada visitante.

A proposição arquitetónica quase inalterada da Galeria Quadrum funciona como uma vitrina aberta que oferece diversos pontos de vista através de múltiplos jogos sensoriais instalados pela artista.

Como uma Luva (2020) é uma obra a ser experienciada remotamente. Produzido em homenagem a Dulce D’Agro, o vídeo encontra-se disponível online durante o tempo de duração da exposição.

Falso Sol Falsos Olhos apresenta também uma série de esculturas de orelhas presas aos pilares da galeria. Conchas de cerâmica que abrigam altifalantes, estas orelhas emitem uma ficção sonora dos pássaros que atravessam os espaços verdes à frente e atrás do edifício, bem como dos ventos.

 

Terça a sexta, das 11h às 13h/14h às 17h, sábado e domingo, 10h às 12h


Ficha técnica:

Curadoria de Estelle Nabeyrat

Local:

Rua Alberto Oliveira, Palácio dos Coruchéus, 52 215 830 010 www.galeriasmunicipais.pt