Eco-Visionários: Arte, Arquitetura após o Antropoceno

artes
11 abril a 8 outubro 2018
vários horários
MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia
Eco-Visionários: Arte, Arquitetura após o Antropoceno

A primeira colaboração do MAAT com vários museus europeus, o projeto Eco-Visionários: Arte, Arquitetura e New Media após o Antropoceno centra-se em práticas correntes que propõem visões críticas e criativas face às transformações ambientais que afetam o planeta. Num momento em que as alterações climáticas se fazem sentir de modo mais premente, Eco-Visionários lança o debate sobre um vasto panorama de questões associadas ao Antropoceno – a designação recente de um novo período geológico definido pelo impacto das ações humanas. Com contributos de mais de 35 artistas e arquitetos, a exposição em Lisboa é a primeira e mais abrangente das quatro mostras que surgirão em paralelo em Portugal, Espanha, Suíça e Suécia.

 

Artistas Participantes:
Territorial Agency, Design Crew for Architecture, Malka Architecture, Daniel Arsham, Ana Vaz & Tristan Bera, BIG,Carolina Cayedo, Parsons & Charlesworth, Unknown Fields Division, Design Earth (Rania Ghosn & El Hadi Jazairy),Genomic Gastronomy, John Gerrard, Alexandra Daisy Ginsberg, Tue Greenfort, Nelly Ben Hayoun, HeHe, Kiluanji Kia Henda, Andrés Jaque, Wanuri Kahiu, Kristof Kintera, The Living, Basim Magdy, Pedro Neves Marques, MVRDV, Eva Papamaragariti, Ornaghi & Prestinari, Rimini Protokoll, Dunne & Raby, Diller Scofidio + Renfro, Wasted Rita, Miguel Soares, SKREI, Superflex, Philippe Rahm Superuse, Ursula Biemann + Paulo Tavares, Zak Ové, entre outros.

Quarta a segunda, das 11h às 19h


Ficha técnica:

Curadoria de Pedro Gadanho e Mariana Pestana

Local: