Distante

Caryl Churchill/ Teresa Coutinho

teatro
20 maio a 6 junho 2021
qua: 19h30; qui: 19h30; sex: 19h30; sáb: 19h30; dom: 16h30
Teatro Nacional D. Maria II
Distante

Caryl Churchill, uma das mais importantes figuras da dramaturgia universal, tem em Far away (Distante) um dos seus maiores rasgos de humor surrealista e visionarismo. Neste texto, retrata uma sociedade consumida pelo medo. A fronteira entre a verdade e a mentira esbate-se, então, ao ponto de nunca serem dadas, ao próprio leitor, as pistas necessárias para aferir que grau de consciência é o das personagens. Poucos textos serão tão assustadoramente atuais como este, de 2000, em que a realidade distópica que nos é apresentada nos parece, afinal, tão próxima dos nossos dias.

Aproveitando, justamente, a liberdade de interpretação que o texto oferece, o espetáculo pretende explorar as fronteiras ténues dos binómios bem e mal, certo e errado, verdadeiro ou falso. Assim, Distante instiga uma reflexão sobre o controlo do Outro pelo Medo e sobre a ingerência do Poder naquilo que são as liberdades individuais de cada um e das quais, mais facilmente do que se imaginava, abdicamos.

Ficha técnica:

Agência 25/ Teatro Nacional D. Maria II. texto , texto; Teresa Coutinho, criação; Inês Dias, Inês Vaz, Nuno Pinheiro e Tânia Alves, interpretação.


11 € - preço normal (ver descontos aplicáveis)

Local: