Este evento já ocorreu.

Festival Literário Lisboa 5L

Dia Mundial da Língua Portuguesa

literatura
5 maio 2020
ter: a partir das 15h30
Festival Literário Lisboa 5L

O Festival Literário Lisboa 5L, iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa para promover a língua, a literatura, os livros, as livrarias e a leitura na cidade, nasceu da necessidade de criar um festival Internacional de Literatura e Língua Portuguesa em Lisboa. Um festival que ocupasse diferentes espaços com todas as letras e de todas as formas.

A pandemia de Covid-19 obrigou a adiar a primeira edição do festival para o período de 5 a 9 de maio de 2021, mas não impede que, sob a égide do Lisboa 5L, se comemore o Dia Mundial da Língua Portuguesa. Assim, no dia 5 de maio, apresenta-se uma programação para essa celebração, a ser transmitida online através do site oficial do evento, do Facebook da Câmara Municipal de Lisboa e do Facebook das Bibliotecas de Lisboa.

Dia Mundial da Língua Portuguesa

No dia 5 de maio, celebra-se, pela primeira vez em todo o mundo, o Dia Mundial da #LínguaPortuguesa. A partir das 15h30, 11 autores de oito países irão conversar em direto em lisboa5L.pt. O mundo inteiro está convidado.Programa👉 https://lisboa5l.pt/agenda/#lisboaculturaemcasa #culturaemlisboa #lisboa5L #dmlp

Publicado por Agenda Cultural de Lisboa em Terça-feira, 28 de abril de 2020

 

Programa:

15h30

Sessão inaugural com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, do Representante Permanente de Portugal junto da UNESCO, Professor Doutor António Sampaio da Nóvoa e do Diretor Artístico do Festival Literário Lisboa Cinco L, José Pinho.

15h55

Exibição do filme A Língua Portuguesa a Gostar dela Própria de Tiago Pereira.

16h

Primeira mesa de debate onde os autores Ana Margarida de Carvalho (Portugal), Antonio Prata (Brasil), Flaviano Mindela dos Santos (Guiné-Bissau), Germano Almeida (Cabo Verde), José Eduardo Agualusa (Angola) e Olinda Beja (São Tomé e Príncipe), com moderação de Isabel Lucas, conversam sobre Viagens da Língua Portuguesa. Trata-se de um debate em torno da importância do reconhecimento conferido pela UNESCO à língua portuguesa, falada atualmente por mais de 260 milhões de pessoas.

17h30

Segunda mesa de debate com moderação de Afonso Borges (Brasil) e a presença dos autores Dulce Maria Cardoso (Portugal), Isabela Figueiredo (Portugal), Ondjaki (Angola), Luís Cardoso Noronha (Timor) e Mbate Pedro (Moçambique). O tema é Literatura de Reconstrução e a conversa versa sobre o papel que a criação literária tem em momentos dramáticos da história.

18h45

No final, é exibido o filme de Tiago Pereira Vozes do Português, uma homenagem a seis vozes, masculinas e femininas, provenientes de três continentes, com leitura de um texto de Luandino Vieira.