Batalha

LAMA Teatro

teatro
20 abril a 21 abril 2024
sáb: 19h; dom: 16h
Centro Cultural de Belém
Batalha

A tombola de acrílico começa a girar. Lá dentro, agitam-se as bolas coloridas. Um acaso é sempre inconcebível, como todos os acasos. Este, em forma de tira de papel retirada de dentro da tombola, diz-nos o seguinte: a vida da turma do 11.º F não voltará a ser a mesma. Aquele ano letivo, que ia ser normal; com uma professora exausta, como seria de esperar; com alunos encaminhados para mais um desastre pedagógico, infelizmente muito habitual; aquele ano letivo afinal girou nas voltas do sorteio e, por ordem governamental, mudou de rumo. Agora, o 11.º F, e logo o daquela escola invisível para os rankings das vaidades, vai ter a responsabilidade de transmitir ao mundo todo, via streaming, alguns dos episódios mais marcantes da História de Portugal. Postos perante o destino, professora e alunos acertam contas com o eterno retorno ao lugar do erro, com as manias ocidentais da superioridade, com os vencedores que se acham melhores que os vencidos, com a norma que olha de lado para a diferença. Esta história não é nova. E a História de Portugal também não: é antiga e antiquada e cheia de batalhas datadas. Como é que alunos do século XXI conduzidos por uma professora do século XX servida por métodos de ensino do século XIX se podem preparar para este confronto com o discurso histórico dominante e consigo próprios? A imaginação é uma arma poderosa. É através dela que a nossa espécie sobrevive no mundo. E a voz dos esquecidos sobe muito alto enquanto fura o caminho para se fazer ouvir. A batalha aproxima-se.

Sessões p/ escolas a 18 e 19 abril, às 11h

Espetáculo inserido na Odisseia Nacional/TNDM II


Ficha técnica:

LAMA Teatro. Sandro William Junqueira, texto; João de Brito, encenação e dramaturgia; Ana de Oliveira e Silva, André Rodrigues, Benedito José, Catarina Couto Sousa, Joana Bárcia, João de Brito, João Santos e Patrícia Fonseca, interpretação.


7,50 €

Local: